Home / Estudos / Aprendendo uma nova li­ngua depois dos 40

Aprendendo uma nova li­ngua depois dos 40

O interci¢mbio como meio de aprendizado do ingles tem atrai­do muitos jovens ao Canada e o interesse pelo pai­s tem crescido drasticamente desde 2001, quando ficou mais difi­cil conseguir tirar o visto americano. No entanto, muita gente nao tem a oportunidade de viajar para estudar quando jovem, mas sim apos os 40.
Este is o caso da brasileira Nilva Lopes, de 40 anos e doutorada em Qui­mica. Ela sempre teve vontade de fazer um interci¢mbio, mas nunca conseguiu conciliar as condicoes financeiras e o tempo disponi­vel para faze-lo. Atis que, em 2012, Nilva sentiu que chegara o momento.
“Por nao ter fluencia no ingles, nao consegui uma recolocacao no mercado de trabalho. Resolvi que era a hora de sair do Brasil para estudar, devido i minha necessidade de aprender a li­ngua de uma forma rapida e eficiente“, conta Lopes, que atualmente estuda ingles na International Language Academy of Canada (ILAC). Segundo ela, a escolha pelo Canada foi por causa do menor custo em relacao a outros pai­ses que ela gostaria de estudar, como a Inglaterra.
E por que Vancouver?
“Fiquei entre Toronto e Vancouver, mas preferi a segunda opcao pelos belos locais para turismo que a cidade nos oferece e por ter um clima mais ameno que Toronto“, justifica.
O empresario brasileiro Sisrgio Maria, de 48 anos, sempre sonhou em aprender ingles, mas, assim como Lopes, suas condicoes financeiras nunca lhe possibilitaram fazer um interci¢mbio quando jovem.
“Venho de fami­lia muito simples,A ondeA essa ideia nao se encaixava com a minha realidade. Quando adolescente, eu ja trabalhava para contribuir com as despesas da casa. Aos 30, minha condicao ainda era muito comprometida para pensar em estudar fora.A Alias, conhecer outro pai­s era uma impossibilidade em meus pensamentos“, revela o empresario.
No entanto, com o tempo e muitas horas de trabalho, as coisas mudaram, e Maria conseguiu vir a Vancouver realizar seu sonho e estudar no Canadian College.
“Acredito que aprender inglesA isA a chave capaz de abrir novas fronteiras. Tenho planos de conhecer outros pai­ses, e acredito que, sabendo ingles, poderei fazer isso com mais seguranca, alism de poder aproveitar muito mais outras oportunidades. Uma grande prova disso foi minha experiencia no Canada“, orgulha-se o brasileiro.
Lopes e Maria sao exemplos de que, independentemente da idade, nao se deve abrir mao das oportunidades que aparecerem pela frente.
“Se tivermos essa chance somente apos os 40 anos, precisamos agradece-la e contempla-la. Somos o que acreditamos. Portanto, se acreditarmos que nao importa quantos anos temos, que nossos cabelos com uma nova pintura nos tornam apenas diferentes eA que alguns sinais no rosto ouA no corpo sao lembrancas de muitas vitorias, em qualquer ispoca podemos aprender um novo idioma, um novo esporte, uma nova atividade. O que envelhece o homem nao is a idade, mas sim sua forma de pensar“, explica Maria.
Lopes faz coro: “Acho que com 40 anos podemos fazer tudo que uma pessoa de 20 faz, mas com maior responsabilidade para aproveitar melhor todo o peri­odo de estudo“.
A professora de ingles do Pacific Language Institute (PLI) Emily Wadley acrescenta: “Aprender um idioma is saudavel para a mente e benisfico, em especial, para adultos acima dos 40 anos, pois mantism seu cisrebro ativo. Portanto, eu definitivamente recomendo faze-lo independentemente da idade que se tenha“.

About Luiza Amaral

Check Also

Casa longe de casa

Quando a estudante brasileira Fernanda Campos Ottoni resolveu fazer interci¢mbio no Canada, a primeira opcao …